2 de outubro de 2012

Meu voto é nulo e o seu?







 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 







Gostaria muito de saber qual o critério que as pessoas estão usando para escolher os seus candidatos. Muito mesmo! Gostaria poder perguntar a cada um: Por que você vai votar neste candidato? O que ele disse que irá fazer que levasse você a votar nele? Uma pena não poder fazer isso!

Em meu texto sobre voto que publique aqui no blog sob o título de “Voto nulo” continua refletindo o que irei fazer nessas eleições municipais: Anular o voto! Nada aconteceu para que eu mudasse de ideia. Pra mim é tudo manipulado, falam para enganar o povo com promessas vagas e depois vão todos sumir! Mas o que mais me deixa chateado é que parece que o povo não percebe isso, não faz nada para mudar o quadro. Isso é lamentável!

Eu não protestarei votando em um candidato espécie Tiririca. Jamais! Nada contra a pessoa, mas não posso brincar com meu dinheiro, com minha condição de vida, profissional, educacional e de saúde! Minha indicação vai na anulação do voto! Minha insatisfação não é só com a política de minha cidade, mas do Brasil inteiro. Como pode um povo de qualquer estado que seja eleger Collor como Senador? Como? Me respondem? O cara foi o maior corrupto, causou prejuízo ao povo, sofreu um impeachment e mesmo assim foi eleito Senador! Como? Não posso entender o povo!

O Collor, me lembro mesmo que vagamente, ganhou votos por sua beleza. As mulheres suspiravam com a face e o angelical do candidato que depois se mostrou um lobo! O povo que foi às ruas pedir a sua saída, o colocou de novo no poder. Eu banco, você e todo cidadão, o salário e as regalias do Collor como de muitos outros candidatos corruptos. Nós pagamos os deputados que votaram a favor de um aumento de salário absurdo, nós bancamos a CPI do Mensalão cujos grandes envolvidos são pessoas que na época da ditadura brigavam pela democracia e eram oposição ferrenha a todos os governos pré-Lula!

A prefeita da minha cidade, a Srª Aparecida Panisset, que ganhou o meu voto em sua primeira candidatura, fez uma maquiagem nas praças da cidade, mais outra maquiagem em hospitais, porém, fraudou licitações do PAC, o seu irmão foi envolvido em corrupção com a Secretaria da saúde da cidade dada por ela mesma e mesmo assim, andam em carro aberto pela cidade com um bando de gente correndo atrás da trupe e de seu candidato no qual ela quer eleger. Não adianta fazer praça se o povo não tem trabalho, não adianta bradar que reformou o hospital se não tem médico, não adianta pintar colégio se não houver professores, não adianta ter refinaria próxima a Cidade se o povo não tem qualificação para trabalhar lá. Não adianta mexer na estrutura se o sistema não tiver investimento, se o professor não ganhar o suficiente, o policial e por aí vai! Não adianta! Ai de quem não tem um plano de saúde e depende de hospital público em São Gonçalo! Isso se estende em muitas outras cidades de nosso Brasil!

Não aceito mais ser boneco de ventríloquo nas mãos de quem pouco importa em investir em educação segurança e saúde; condições básicas de sobrevivência para todo ser humano! Enquanto a politica do Brasil for toda essa sujeira, manterei o meu voto nulo. Chega de desordem com o povo, chega de descaso com o cidadão! Chega de descaso com quem paga o salário de todas as autoridades políticas desse país!

*“O pecado capital do capitalismo é a injustiça social. Isso quando nós falamos em termos morais. Em termos práticos, o pecado é que o capitalismo é um sistema que desenvolveu um mundo que precisa de administração e planejamento global – mas o próprio capitalismo não pode prover esta administração e este planejamento. O capitalismo, então, deixa o mundo com sérios e crescentes problemas, para os quais não encontra soluções”.

 *Eric Hosbawm
 
 
Twitter: @PoetaTulio