6 de dezembro de 2012

Soneto - Oscar - Homenagem a Niemeyer

A poesia tem formas mais diversas
de ser feita, moldada e esculpida!
Por vezes pode traduzir a vida
em cores, curvas, prosas e conversas!

A poesia que vem e nos convida
é tão linda e parecem taças persas,
antigas formas raras e submersas
que Oscar traça, desenha... Enfim, lapida!

Oscar, ateu, poeta, comunista,
gênio de sentimento propagado
por traços nobres, traço traçado

com esmero tão puro de um flautista!
Quero aqui registrar meu obrigado
Niemeyer, o eterno centenário artista!

Tulio Rodrigues





Twitter: @PoetaTulio
Tumblr: poetatuliorodrigues.tumblr.com

Um comentário:

  1. Carinho enorme pra você!
    Parabéns!
    Esse blog é perfeito!
    Obrigada por me incluir sempre...feliz e emocionada...beijo, querido!

    ResponderExcluir

Leia as regras:
Todos os comentários são lidos e moderados previamente.
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:


- Seu comentário precisa ter relação com o assunto do post;

- Se quiser deixar sua URL, comente usando a opção OpenID;

OBS: Comentários não refletem as opiniões do autor do Blog.