4 de março de 2012

Soneto: Um menino



Há alguns anos atrás assisti ao documentário "Falcão: Meninos do tráfico" do MV Bill e do Celso Athayde exibido pelo Fantástico. Lembro da grande repercusão que teve e da polêmica em torno dele. Logo após foi lançado o livro com os pormenores do documentário, mas só agora tive a oportunidade de ler o livro. Neste livro há uma história de um adolescente (Falcão) que sonhava em ser palhaço. A história me emocionou e resolvi retratá-la em versos como segue:

Para ouvir o Soneto "Um menino":





Para ver o Poeta Tulio Rodrigues declamando o Soneto "Um menino":

Um menino a brincar num picadeiro
fazendo malabares, muita graça...
As crianças riem de tudo que ele faça
mesmo muito peralta e tão ligeiro.

Corre, anda, foge, finge estar na praça,
ele não para, pois é tão matreiro.
O que faz o menino mui penseiro
que o público de súbito lhe abraça?

O que se vê realmente é medonho,
mais difícil, mais vago, sem abraço,
sem carinho qualquer correspondido.

É difícil dizer que foi um sonho;
esse menino nunca foi palhaço,
esse menino sempre foi bandido!

Autor: Tulio Rodrigues.


Sigam-me no Twitter: @poetatulio