24 de dezembro de 2010

HOJE, não mais! - Dueto de Telma Moreira & Tulio Rodrigues




























Soneto dedicado a Grande poeta Florbela Espanca

Hoje, qualquer resposta não importa
e prefiro um sorriso às coisas minhas...
Hoje, a pressa esquecida atrás da porta
faz-me ler as tuas linhas e entrelinhas...

Hoje, qualquer amor não me conforta,
pois não deste valor quando me tinhas...
Hoje, esse amor machuca e mais me corta
- Navalhas soltas - Ferem-me sozinhas!

Hoje transito alheia por entre as dores
espalhadas, à margem das feridas...
Hoje, menos me importam cicatrizes!

Hoje, mesmo que eu não veja mais flores,
sigo vivendo assim, entre duas vidas...
Sem amor, sem adeus, sem diretrizes!

Telma Moreira & Tulio Rodrigues