10 de novembro de 2010

Soneto: Gentileza



Uma homenagem a José Datrino,
mais conhecido como o Profeta Gentileza.

Assim nos diz o Gentileza: "Amorrr
do Gentileza é na natureza,
é no Pai, é na paz, é na beleza
e não no capital destruidorr!"

Assim fala o profeta Gentileza:
"Deus nosso pai, Deus nosso criadorr.
Jessuss o santo irrmão, o curadorrr.
Beleza, perfeição, amorrr e riqueza."

Quanta sabedoria num ser profundo! 
"Trevas; palavra que destrói o mundo!"
Versa assim, Gentileza, o meu poeta!

Mas ele foi mais longe e foi mais fundo:
"Amorrr é a palavra que liberrrta!"
Disse assim, Gentileza, o meu profeta!

Tulio Rodrigues

Twitter: @PoetaTulio