27 de março de 2010

Poesia: A nossa segurança não tem preço!


O quanto vale a sua vida,
o seu bem-estar, a sua segurança?...

O que você tem feito para
um dia de trabalho seguro?

Qual o preço de chegarmos
em casa sãos e salvos,

beijarmos nossa mulheres,
beijarmos nossos filhos?

Eu já tenho essa resposta,
ela não tem preço!

Ponham o capacete, olhem a faixa,
não esqueçam os óculos, sentem corretamente...

Quantas exigências, que incômodo,
os óculos incomodam, o capacete também...

Mas a tristeza de uma perda
incomoda muito mais e como dói!

Por isso devemos trabalhar com segurança,
zelando pela nossa vida e a do outro.

O que hoje comemoramos é a certeza
que nesses dias nós chegamos em casa

felizes, brincamos com nossos filhos,
dormimos bem à espera de um outro dia.

O que hoje comemoramos é a união,
é a prudência, é a conscientização, é o zelo,

é a certeza que essa vitória não é minha,
não é sua, ela não é de ninguém...

Porém, sabemos que na verdade
essa vitória, essa almejada vitória

feita por nós, por todos nós
é minha, é sua, é nossa!

E que esse ciclo continue
para que possamos fazer uma nova história!


Em prol dos 750 dias sem acidentes com afastamento
da empresa Wilson, Sons Logística - Unidade do Arará - Caju/RJ.

Autor: Tulio Rodrigues